Avião sem asa [...]
Diversas web's LuAr para vocês. Visitantes Totais: Online:
1 2 3 4
THEME POR UMAPEQUENAPOETA | DON'T COPY + +

Se quiserem ler a continuação da web, tá no tumblr fuckrebels, vou postar lá mesmo.


Depois eu continuo postando, se quiserem é so pedir.


WEB - DESTINOS TRAÇADOS

CAPÍTULO 37

- E ta esperando o que pra falar?
- Não, eu não vou falar.
- Af, por quê?
- Vocês vão ter que se entender, e se eu contar, vai bagunçar muito o teu lance com o Chay.
- Eu e o Chay terminamos, mas vamos continuar fingindo pra não dar muita fofoca.
- Caraca, e o que foi aquela declaração que o Chay fez pra você na quadra?
- A gente só achava que tava apaixonado um pelo outro porque estavamos sofrendo.
- E como você tá?
- Eu to na boa… eu com o Chay, você com o Mica, a Sol com o Arthur…
- Ãnn? - ela gritou quando ouviu “Sol com o Arthur”
- Ué, o que tem de mal?
- Você gosta dele!
- Eu nunca gostei dele, era ilusão da minha cabela, não tem como, ele é um galinha, imbecil que acha que o mundo gira ao seu redor.
- Ok, se você diz… mais eu não acredito.
- Acredite no que você quiser.
Narrado por Arthur:
Quarto do Arthur, 20:57.
Micael veio dormir aqui em casa, seus pais tavam viajando.
- Cara, na boa, é sério mesmo o teu lance com a Sol?
- Claro que é, eu gosto dela pra caramba.
É, eu tava falando a verdade, tava gostando dela.
- Af, você gostava da Lua.
- A Lua?, aquela sem sal?, jamais, era coisa da minha cabeça, eu amadureci.
- Atah, amadureceu em 10 minutos?
- Não enche! 
Narrado por Sophia:
Tava brincando de guerra de travesseiros com a Lua, quando o celular dela deu sinal de mensagem. Era do Chay, e dizia: 


WEB - DESTINOS TRAÇADOS


- Com o Arthur.
- Awn, que fofos, felicidades. - foi como se eu levasse uma facada, mas eu não ligaria, pelo menos não naquele momento.
Narrado por Arthur:
  Eu não tava namorando a Sol pra valer, era pra fazer ciúmes pra Lua, e a Sol queria fazer pro Guto.
Jantamos e fui embora.
Narrado por Lua: 
Fiquei pensando se eu gostava mesmo do Chay, ou era coisa da minha cabeça, eu não queria magoar o Chay.
Narrado por Chay:
Será que eu gostava mesmo da Lua, ou era pra fazer ciúmes pra Mel, sei lá, só sei que eu não queria magoar a Lua de jeito nenhum.
Narrado por Lua:
Portão central do colégio, sexta-feira, 07:10.
Fui em direção a Chay, que tava com uns amigos. Ele saiu de perto deles e veio falar comigo.
- Preciso falar com você. - falamos juntos
Fomos pra um canto, onde ninguém pudesse escutar nossa conversa.
- Chay, eu vou ser rápida e direta, acho que eu não to apaixonada de verdade por você, acho melhor a gente terminar, mas quero que continuemos amigos.
- Ok, tudo bem, eu também to na mesma situação.
- Vish, vai dar a maior fofoca se descobrirem que terminamos do dia seguinte, depois daquilo tudo que você fez.
- Mas ninguém precisa saber. - ele falou e eu entendi a jogada
Depois da aula fui embora, e a Sô veio dormir na minha casa. Nossas mães nem ligavam, já tavam acostumadas.
Entramos no meu quarto e vimos uma caixa de bombons com um bilhete, que tava escrito uma só palavra “m-i-n-h-a“ .
- Ué, quem será que mandou? - perguntei a mim mesma
- Lu, eu conheço essa letra. - Sophia afirmou e sorriu torto 


WEB - DESTINOS TRAÇADOS

CAPÍTULO 35

O Chay tava lá na frente com um microfone e um buquê de rosas vermelhas. Ele começou a falar, cortando meus pensamentos.
- Bom, não sou muito bom com palavras, mas vou tentar. Isso não foi amor a primeira vista, pois não acredito nisso, mas foi o sentimento mais verdadeiro que eu já vi, que eu já senti. Quando estamos juntos, eu ando mais devagar pra aproveitar o tempo ao seu lado, queria você perto de mim todos os momentos, pra eu poder cuidar de você. - ele foi vindo em mim direção bem devagar, e sempre olhando nos meus olhos, algumas garotas já estavam chorando. 
- Não sei como eu to tendo coragem pra falar tudo isso aqui na frente, e se no final a resposta não for boa, pelo menos eu vou saber que tenteu. - ele me entregou o buquê e foram aparecendo várias garotas com uma letra, que formava a frase “namora comigo?”, e nesse momento ele tirou uma caixinha de anel, e se ajoelhou na minha frente.
- Quer namorar comigo?
- Eu amo você. - respondi e beijei-o, e todos aplaudiram
Casa da Lua, 20:00.
Iamos fazer um jantar em família, entrei abraçada com Chay. Sol veio cumprimentar a gente, e tava de mãos dadas com o Arthur.
- Lu, adivinha! - ela falou animada
- Conta.
- To namorando!
- Com quem? - perguntei curiosa 


WEB - DESTINOS TRAÇADOS

  CAPÍTULO 34

me deu um beijo demorado no rosto.
Narrado por Lua:
Chay e Sophia me trouxeram em casa, entrei super feliz, totalmente diferente do humor que eu sai.
- Ganhou na loteria, Lu? - Sol brincou
- Não, mas é tão bom quanto isso.
Narrado por Sol:
A Lua deve ter conhecido alguém especial, enquanto eu continuo apaixonada pelo Guto, e o Arthur é só um passa tempo.
Narrado por Arthur:
Não sei se eu tava apaixonado pela Sol mesmo, ou tentando esquecer a Lua.
Narrado por Lua:
Sophia me disse que Chay era do segundo ano, e que passou pro nosso colégio esse ano, mas nunca reparei.
Intervalo, pátio do colégio.
Tava com a Sô andando pelo colégio, quando vieram algumas garotas chamando e puxando a gente pra quadra. Fomos pra quadra, o colégio inteiro estava lá, abriram passagem pra gente passar, e quando olhei o que era, me surpreendi. 


WEB - DESTINOS TRAÇADOS

parecia que eu não tava ali.
Narrado por Arthur:
A irmã da Lua mexeu muito comigo, ela era demais, parecia que só tinha eu e ela ali. A voz dela era tão suave e delicada, acho que eu tinha esquecido a Lua, ou tava tentando acreditar que esqueci.
- Gente, eu vou dar um volta, e Arthur, soube que a festa do seu amigo foi cancelada.
- Poisé. 
Narrado por Lua:
Sai dali correndo, não sabia o que tava acontecendo com o meu coração, com a minha mente, tava tudo bagunçado, não sabia o que eu tava sentindo. Andei, corri, pra tentar me perder, meus pensamentos estavam me torturando. Sentei no chão em frente a uma casa e comecei a pensar, a tentar entender o que era aquilo, mas meus pensamentos foram interrompidos por vozes.
- Lua?
- Oi.
- Tudo bem?
Era um garoto lindo, era alto, e tinha cabelo de lhama, o que os deixavam mais lindo, seus olhos castanhos brilhavam e logo percebi que era o primo da Sô.
- Não e você? 
- Eu to bem… quer me contar o que aconteceu?
- Chay, nem eu sei o que ta acontecendo. - Chay era o apelido dele
- Lu, não fica assim, eu vou cuidar de você. - ele me abraçou
“Eu vou cuidar de você” são as palavras mais lindas que alguém poderia me dizer naquele momento. Quando Chay me abraçou, foi como se todos os meus problemas sumissem, me senti segura com ele.
- Obrigada, mesmo. - falei me levantando, mas desmaiei
Narrado por Chay:
“Lua”, o nome mais lindo. Ela me encantou, a Lua era simpática, e apesar do estilo dela, ela mostrava ter sentinmentos, e o estilo dela tinha um pouco a ver com o meu.
Lua foi se levantar e acabou desmaiando. Coloquei a Lu dentro do carro e levei ela pra casa da Sophia, a mãe dela é enfermeira, saberia o que fazer.
Entrei e coloquei ela na cama da Sô, que também tava preocupada. Lua ficou desacordada por alguns longos minutos e logo depois acordou.
- Luuuuuu!, que bom que você ta bem! - dei um abraço animado nela
- Chay, obrigada mais uma vez. - ela me abraçou e sorriu
Lua me olhou fixamente nos olhos por alguns segundos e … 


WEB - DESTINOS TRAÇADOS

CAPÍTULO 32

 
tive vontade de vomitar.
- Sol, arrancaram seu cérebro?
- Ué, por quê?
- Tais vestida de rosa!
- É, conheci uma amiga, ela me fez mudar, e ela veio comigo.
- Cade ela?
- Meeeeeeel? - ela gritou chamando ela
- Sol?, me perdi aqui. - ela se aproximou rindo
- Oi Mel, sou Lua. - cumprimentei ela
- Oi, prazer, sou Mel.
     Mel usava rosa também, e multiplicou minha vontade de vomitar.
- E onde a Mel vai ficar?
- Os pais dela também são daqui.
- Hum.
- Lua, você não foi pra aula?
- A mãe mandou eu te buscar, nem fui pra aula. - sorri
- A gente vai estudar com você! - meu falou animada
       Fomos conversando até a saída do Aeroporto, Mel foi pra casa de seus pais e Sol veio comigo.
13:40, depois do almoço.
       A campainha tocou e eu e Sol fomos atender, era o Arthur.
- Oi Arthur! - cumprimentei ele
       Ele me ignorou completamente e … 


WEB - DESTINOS TRAÇADOS

  CAPÍTULO 31

Arthur Aguiar:

Você me acha idiota?
Lua Blanco:
Bom… eu sempre achei você idiota, galinha e tal, mais agora eu já não sei mais.
Lua Blanco:
Arthur, não ta chateado comigo, né?
Arthur Aguiar:
Claro que não Lu, só fiquei sem o que falar.
Lua Blanco:
Arthur, vo te que sair, beijo.
Arthur Aguiar:
Ok Lu, beijão, se cuida!
Narrado por Lua:
    Tive que sair, minha mãe tava me chamando.
- Que foi mãe? - falei descendo as escadas e sentando no sofá
- Sua irmã chega amanhã.
- Que irmã? - na real, eu nem lembrava que tinha uma irmã
- Sol Blanco.
- Ué, a carreira de modelo dela não deu certo nos Estados Unidos?
- Ela disse que a empresa faliu, uma coisa assim.
- Hum, e que horas ela vai chegar?
- Umas 10 da manhã.
- Ok.
    Sol Blanco era minha irmã, eu não conseguia ver ela como uma amiga, apesar dela ter a mesma idade que eu, eu só via ela como uma irmã qualquer. O estilo dela era legal, meio hippie,com roupas normais.
Aeroporto, no dia seguinte, 9:55.
- Luuuuua! - ela gritou vindo me abraçar 
- Sol! - falei animada
       Olhei a roupa dela e ….


WEB - DESTINOS TRAÇADOS

CAPÍTULO 30

- Onde você pensa que vai? - Era Guto
- Embora! 
- Ta achando o que?, eu quase fui suspenso e você não vai sair livre dessa. - ele disse segurando os meus braços com força
- Larga ela! - era Arthur, ele se aproximou ameaçando partir pra cima dele denovo
- Ih, quer ser expulso? - Guto debochou
- Eu posso ser expulso, mas a Lua tu não vai machucar. - ninguém tava acreditando no que o Arthur tava fazendo
- Sorte sua ele aparecer. - Guto falou me soltando e indo embora
- Lu, você tá bem? - Arthur disse me abraçando
- To, graças a você! - dei um beijo no rosto dele e fui embora com a Sophia
Narrado por Arthur:
    Fiquei todo bobo com o beijo no rosto que a Lua me deu, mas não foi um beijo qualquer, tinha amor, eu senti.
- Ih, qual é a tua Arthur? - Pérola disse se aproximando
- O que eu fiz agora?
- Fica defendendo essa idiotinha.
- Olha como você fala dela!
- Arthur, você é meu! 
- Seu amigo, e olhe lá.
- Ela te ignora, nem te da bola, e concerteza te acha um completo idiota!
- Cala a tua boca! - gritei 
      Fui pra casa, almocei, fui pro quarto e liguei meu notebook pra ver se a Lua tava no msn.

Arthur Aguiar:
Oi Lu.
Lua Blanco:
Oii Arthur.
Arthur Aguiar:
Queria convidar você e a Sophia pra ir na festa de um amigo com o Mica e eu, que tal?
Lua Blanco:
Eu topo, e concerteza a Sô também.
Arthur Aguiar:
Ok, eu e o Mica vamos passar na sua casa 21:00 pra buscar vocês.
Lua Blanco:
Ok.
Arthur Aguiar:
Lua?
Lua Blanco:
Oi?
Arthur Aguiar:
Posso te perguntar uma coisa?
Lua Blanco:
Claro que pode!